segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

É agora, José!

Bem, agora seria o momento exato pra se dizer as palavras do poeta: "E agora, José?".
Só que não. Não vou dizer essa frase, não exatamente.
Penso que está mais pra um "É agora, José! Vai, menino, que agora é com você!!" seguido de um empurrão clássico pra ganhar a velocidade necessária e conseguir chegar na frente nessa corrida cheia de obstáculos que está por vir.
Tem uma pitada de melancolia, duas xícaras de esperança, dois quilos de sonhos, dois tabletes de alegria e um tantão assim de fé.
Sinto-me feliz com isso.
Claro que há coisas difíceis que terei que deixar pra trás, decisões a fazer, mas a vida é assim mesmo, sempre foi assim, cheia de caminhos a seguir e cada um que se segue é uma decisão que se toma com certas consequências. É a vida, poxa!
Valeu, Maringá!

Ocorreu um erro neste gadget